Chefe do Ministério Público do Trabalho faz duras críticas ao posicionamento de juízes trabalhistas.

por Antonio Daniel da Silva publicado 29/01/2016 10h27, última modificação 29/01/2016 10h27

O chefe do Ministério Público do Trabalho no Rio Grande do Norte, procurador Fábio Romero, fez hoje duras críticas ao posicionamento dos juízes Trabalhistas. Na visão dele, os julgamentos são brandos e terminam “incentivando” as empresas a permanecerem com as irregularidades.

Em entrevista ao programa Jornal da Cidade, da 94 FM, o procurador disse que os magistrados do Trabalho não atuam por “má fé”, mas que com as sentenças adotadas os empresários “fazem as contas” e vêem que é mais vantajoso continuar praticando irregularidades, como carga excessiva de trabalho aos funcionários.

 

Publicado em Tribuna do Norte, por Blog Tribuna do Norte.