Programas sociais têm de sair do ‘piloto automático’, afirma ministro.

por Antonio Daniel da Silva publicado 01/02/2016 10h01, última modificação 01/02/2016 10h01

O novo ministro do Planejamento, Valdir Simão, afirma à Folha que o governo quer acabar com o “piloto automático” dos programas federais, inclusive os da área social, para “descontinuar” os que não têm mais sentido e reforçar os mais eficazes. Para isso, revelou que fará uma avaliação de vários deles, citando Farmácia Popular, Garantia Safra, UPAs (Unidades de Pronto Atendimento) e construção de creches no Pró-Infância.

A medida faz parte da reforma do Estado que o ministro elabora, com quatro pilares: desburocratização, reorganização administrativa, fortalecimento da gestão e do controle e gestão da qualidade do gasto público. “Temos de verificar a qualidade dos programas. E para que esta avaliação? Para aperfeiçoar e fazer o orçamento seguinte do programa refletir as suas necessidades. Não podemos ficar ligados no piloto automático e simplesmente colar a gestão orçamentária”, afirmou.

 


Publicado em Robson Pires, por Blog Robson Pires.